Primeira estação de tratamento do esgoto construída em um presídio de goiás será inaugurada na unidade prisional de Orizona

O projeto de construção da primeira Estação de Tratamento de Esgoto construída em um presídio no estado de Goiás, é fruto de uma parceria coordenada pelo juiz da comarca Orizona, Dr. Ricardo de Guimarães e Souza, com apoio do promotor de justiça, Dr. Paulo Penna, Prefeitura Municipal de Orizona e Câmara Municipal de Orizona. Toda obra foi gerida pelo Conselho da Comunidade, através do presidente Dr. Flávio Mesquita e o secretário Fernando Henrique. Parte dos recursos utilizados foram doados pela Igreja Católica, e a construção ficou a cargo da empresa Elevare Engenharia, com projeto da empresa Resistrat.

A inédita Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Unidade Prisional de Orizona custou aproximadamente R$ 90.000,00 (noventa mil reais), e foi construída com mão de obra dos presos, propiciando a redução dos gastos. Atualmente a ETE se encontra em fase de testes, sendo operada pelos presos, e sua inauguração ocorrerá no final do mês de janeiro.

O diretor da Unidade Prisional de Orizona, Policial Penal Fabrício Bonfim, destacou o fato de ser a primeira unidade prisional do estado de Goiás a construir uma Estação de Tratamento de Esgoto, com um custo viável, servindo de modelo para todo Brasil, onde a água tratada será reutilizada em uma grande horta comunitária, preservando e respeitando o meio ambiente.

ORIZONA-GOIÁS, BOAS PRÁTICAS PRISIONAIS!

Fonte: Dr. Fabrício Bonfim

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.